Renovação para conservar o Cerrado

Renovação para conservar o Cerrado

Graças à nossa recém-renovada parceria com a organização The Nature Conservancy (TNC), produtores rurais da região do Alto Teles Pires, Mato Grosso, continuarão recebendo ajuda para restaurar áreas degradadas e conservar a vegetação remanescente em suas propriedades, beneficiando, assim, a biodiversidade e as espécies polinizadoras do Cerrado.

Na primeira fase do projeto, que começou lá em 2010, com a participação de diversos parceiros, foram mapeados 8 milhões de hectares, entre propriedades rurais, áreas naturais e outros usos do solo. A partir disso, com os resultados em mãos, pudemos diagnosticar a necessidade de restauração de matas ciliares, de forma a oferecer aos governos estaduais, municipais e à sociedade em geral, o Plano Estratégico de Restauração Florestal (PERF), documento com recomendações técnicas específicas do que deveria ser feito. Além disso, por meio dos mapas coletados, conseguimos facilitar o acesso dos produtores ao Cadastro Ambiental Rural (CAR), o primeiro passo para a regularização ambiental de suas propriedades.

Agora, com a renovação dessa parceria, esperamos iniciar os Projetos de Restauração de Áreas Alteradas e Degradadas (PRADA) * de 100 propriedades rurais, de acordo com os critérios definidos pelo Programa de Regularização Ambiental de Mato Grosso (PRA). E em paralelo, continuaremos a capacitar produtores rurais para atividades de conservação da biodiversidade e protocolos específicos das espécies atrativas para polinizadores.

Para nós, toda essa iniciativa é de extrema importância, por ser uma das referências mundiais de restauração para as metas do Plano de Agricultura Sustentável e para o projeto Operation Pollinator. Em breve, esperamos voltar com mais novidades e resultados dessa parceria.

 

* O Projeto de Recomposição de Áreas Degradadas e Alteradas (PRADA) é o documento em que o proprietário rural mostra o que vai fazer para adequar sua área ao Código Florestal, incluindo detalhes de como o processo será feito.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *