Plantas: uma paixão cada vez mais urbana

Plantas: uma paixão cada vez mais urbana

Já faz algum tempo que as plantas de apartamento se tornaram uma febre nas grandes cidades. Todo mundo quer ter uma bela “selva na sala” ou uma prateleira minimalista com suculentas para postar nas redes sociais!

Só no Instagram são mais de dois milhões de fotos publicadas com a hashtag #urbanjungle. “Mas a verdade é que cultivar plantas em apartamentos pode ser frustrante: nem sempre quem compra uma planta tem conhecimento ou experiência para cuidar da saúde desses vegetais”, diz Giovana Aldarelli,do setor de Lawn and Garden da Syngenta.

Cada espécie tem suas necessidades básicas de umidade, exposição à luz e nutrição. E além disso estão sujeitas a pragas como pulgões e cochonilhas, insetos que podem destruir o jardim doméstico e deixar a sua casa menos saudável e feliz. Por isso, veja quatro dicas para desfrutar do prazer e da beleza das plantas em casa:

  1. Não escolha somente por questões estéticas: busque se informar sobre as necessidades de luz, rega e espaço. Avalie qual a planta que se adequa melhor ao seu estilo de vida.
  2. Aposte em terrários e suculentas: eles são ideais para começar a cultivar em sua casa: são resistentes, precisam de pouca rega e luz. Mas isso não significa que você deva se esquecer da existência delas.
  3. Fique atento à previsão do tempo: não há regras muito fixas de rega e sol, de acordo com os especialistas em botânica. Preste atenção ao clima da cidade: a umidade baixou muito? Ou, ao contrário, tem chovido demais? Aprenda a observar suas plantas e o ciclo das estações.
  4. Se houver necessidade de utilizar inseticidas para controle de pragas como pulgões e cochonilas, siga atentamente as recomendações da bula: essas soluções te ajudam a proteger a planta e mantê-las por mais tempo. Mas para isso é preciso tomar todos os cuidados recomendados pelo fabricante. E, é claro, após aplicar, manter os produtos fora do alcance de crianças e animais domésticos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *