PIN – 3ª edição

PIN – 3ª edição

Uma oferta estruturada que combina soluções inovadoras e completas, com assistência agronômica de excelência e um histórico de resultados superiores comprovados. Esta é a melhor definição do PIN – a iniciativa anual de produtividade integrada da Syngenta, da qual 3.527 produtores rurais brasileiros tomaram parte na última safra.

O programa, criado para incentivar agricultores a alcançar novos patamares de produtividade a partir da aplicação de soluções e protocolos integrados, nas culturas de soja, milho, trigo e café, encerra sua terceira edição com mais um salto de produtividade no campo e aumentos de mais de 100% na produção, em comparação às médias nacionais divulgadas pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e pela Agripoint.

A produtividade média dos três sojicultores mais bem colocados no programa, por exemplo, foi 89,5% maior que a média nacional, totalizando 108 sacas de soja por hectare.

Para a cultura do milho verão, a média brasileira foi de 100,1 sacas por hectare, enquanto a registrada pelos primeiros colocados no PIN foi de 212,2 sacas por hectare – um aumento de mais de 109%.

No ciclo, os produtores de trigo vencedores do PIN também alcançaram uma produção muito significativa, atingindo cerca de 120 sacas por hectare, enquanto a média do País foi de 53 sacas por hectare.

Na categoria de milho silagem, outra surpresa. O incremento médio alcançado pelos três primeiros colocados no PIN foi de 68.675 litros de leite por hectare, quantidade 94,9% maior que os 35.234 litros por hectare da média nacional.

E no primeiro ano da cultura do café no PIN, os resultados alcançados pelos produtores participantes do programa foram animadores. Com 139 sacas por hectare, os três primeiros colocados do PIN tiveram uma produção muito superiores as 24 sacas por hectare da média nacional.

Com todos estes resultados positivos, o programa PIN abrange três importantes compromissos assumidos pela Syngenta em seu Plano de Agricultura Sustentável. Isso porque a aplicação das Soluções Integradas da empresa tem como objetivo viabilizar o alcance de mais produtividade usando menos recursos e insumos, fomentar a preservação ambiental e assegurar que os produtores envolvidos recebam orientações sobre a correta aplicação de tecnologias.

Em suma, o PIN é uma demonstração de que, independente da escala, seja um pequeno, médio ou grande produtor, todos podem produzir mais.

Integradas e customizadas

Segmentadas por cultura, as Soluções Integradas Syngenta são propostas e montadas de acordo com as necessidades de cada agricultor, mas considerando também as particularidades das culturas, fatores como condições do solo e clima, além das pragas e doenças às quais as lavouras estão mais expostas, por exemplo.

Com base nesses dados, equipes da Syngenta e de seus distribuidores indicam o tratamento adequado e realizam o acompanhamento necessário até a colheita dos bons resultados.

Eles têm toneladas de motivos para comemorar

Conheça os vencedores de cada categoria da 3ª edição do PIN:

Sillus

1º lugar- Ezequiel Letrari
94,92 litros de leite por hectare

2º lugar – Jonas Schneider
69,59 litros de leite/ha

3º lugar – Jovino Marquesan
67,31 litros de leite/ha

Granotop

1º lugar – Luciano Retore
255 sacas por hectare

2º lugar – Jhonatham Hartmann
254 sacas/ha

3º lugar – Eldon Biolowons
250 sacas/ha

PIN Milho

1ºlugar – Claudiosmar Dias
263,22 sacas por hectare

2º lugar – Vilmar Rubin
257,30 sacas/ha

3º lugar – Fausto Perreto
244,84 sacas/ha

PIN Soja

1º lugar  – Lucio Facco
101 sacas por hectare

2º lugar – Altair José Polato
100 sacas/ha

3º lugar – Diones do Carmo
96,4 sacas/ha

Integrare Soja

1º lugar – José de Alencar Krause de Pinho
112,1 sacas por hectare

2º lugar – Roberto Fernando Bivilaqua
109,9 sacas/ha

3º lugar – Empate entre Ewaldo Mendes e José Francisco Vomero
102,5 sacas/ha

Trigold

1º lugar – Luiz Henrique Scariot              
137 sacas por hectare

2º lugar – Sadi Lengler
125 sacas/ha

3º lugar – Guenter Duch
122 sacas/ha

Nucoffee

1º lugar – Marcelo Barbosa Araújo       
163 sacas por hectares

2º lugar – Laércio Antonio Crippa
129 sacas/ha

3º lugar – Sidney Vanço
126 sacas/ha

Comentários

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 + 2 =