Para que serve a biotecnologia?

Para que serve a biotecnologia?

Biotecnologia. A simples menção dessa palavra é suficiente para deixar muitas pessoas confusas e outras tantas assustadas, mas, afinal, do que se trata e qual é a sua utilidade no dia a dia?

Tecnicamente, segundo a definição da ONU – Organização das Nações Unidas, biotecnologia significa “qualquer aplicação tecnológica que utiliza sistemas biológicos, organismos vivos, ou seres derivados, para fabricar ou modificar produtos ou processos para utilização específica”. Ou seja, uma “mistureba” invocada de várias outras ciências como: biologia, química, bioquímica, microbiologia, informática, robótica e etc.

Não ajudou muito, né? Então, vamos simplificar!

Hoje em dia, biotecnologia tornou-se sinônimo da modificação genética de organismos vivos ou derivados, feita com a finalidade de atribuir vantagens ao objeto modificado.

Na agricultura, por exemplo, modificamos plantas para que elas fiquem mais resistentes ao ataque de pragas, doenças ou condições climáticas. De outro modo, também podemos modificá-las para que os frutos sejam mais nutritivos, ou então, livres de agentes alergênicos.

E além da agricultura, existem outros possíveis usos dessa técnica?

(momento de dúvida)

Sim, existem!

Na área da saúde; uma das principais usuárias dessa técnica, podemos aplicar a biotecnologia na criação de tratamentos feitos por meio da terapia gênica, no desenvolvimento de novos medicamentos ou no melhoramento de antibióticos e vacinas. Um dos casos mais famosos nesse campo, por exemplo, é o da insulina: um medicamento globalmente utilizado no controle da diabetes.

Talvez você não saiba, mas até a década de 80, a insulina era extraída diretamente de bois e porcos e não era incomum que ela causasse efeitos colaterais nos usuários ou até fosse rejeitada. Com a biotecnologia esse quadro mudou. Além de facilitar o acesso ao medicamento, a técnica permitiu a obtenção de resultados mais precisos e seguros para os usuários.

Falando nisso e, aproveitando que estamos na época de vacinação promovida pelo governo, resolvemos apresentar uma perspectiva muito interessante: muitos cientistas e pesquisadores acreditam que, no futuro, conseguiremos, por meio da biotecnologia, desenvolver vacinas capazes de controlar doenças infecciosas e degenerativas que ainda não tem prevenção.

Essa é uma das inúmeras utilidades na biotecnologia em nosso dia a dia, mas existem muitas outras. Se quiser ficar informado sobre esse tema, continue acompanhando a nossa página.

Ah e, não esqueça… A campanha de vacinação do governo foi prorrogada até o dia 9 de Junho. Não deixe de se vacinar! 🙂

3 comentários

  1. Eldo Sá Corrêa Filho diz:

    A biotecnologia é uma ferramenta hoje utiliazada, para que possamos melhorar produtos, já comercializados, e novos produtos criados a partir da mesma, sem agredir o meio ambiente e com alta taxa de conhecimento agregado!

  2. Parabéns por disponibilizar este riquíssimo material. Precisamos de mais conscientização da população para investir em técnicas sustentáveis e seguras para nos proteger das doenças usando os avanços da biotecnologia que atingimos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *