O sabor especial de celebrar uma história bem-sucedida

O sabor especial de celebrar uma história bem-sucedida

Somando-se o que produtores e todas as cooperativas participantes representam em produção, o evento de comemoração NUCOFFEEE 10 anos reuniu 680 mil ha de café

O café é um cultivo milenar e parte inseparável da história mundial. Ligada às mais apuradas percepções sensoriais humanas – o olfato e o paladar –, a bebida tem uma relevância sociocultural singular, o que se reflete na atividade econômica movimentada pelo grão. No Brasil, o que os fatos recentes nos contam sobre o café é uma trajetória de evolução quanto à produtividade e qualidade – na qual tem papel fundamental uma solução integrada construída com carinho para os cafeicultores brasileiros, nascida em 2007 na Syngenta com o intuito de elevar o café brasileiro ao patamar que lhe é de direito: a Plataforma NUCOFFEE.

Ao aumentar, nesses 10 anos, a produtividade média dos produtores participantes em 20%, NUCOFFEE ajuda a Syngenta a cumprir com um dos compromissos de nosso Plano de Agricultura Sustentável de tornar as culturas mais eficientes, mas não para por aí. Com o lançamento do NUCOFFEE Sustentia, programa que conta com a parceria da ONG internacional UTZ, em 2013, passou a oferecer a cafeicultores de pequeno porte a oportunidade de otimizar sua atividade e produzir um café certificado, com muito mais valor agregado – capacitar pequenos produtores, mais um dos compromissos do The Good Growth Plan. Na troca de tecnologia agrícola de ponta por lotes de cafés especiais com crescente qualidade (o barter) é que todo esse valor se revela, e é nisso que consiste a plataforma.

E para comemorar junto com quem protagonizou cada uma das histórias que integram essa década de sucesso de NUCOFFEE, a Syngenta convidou mais de 300 pessoas – colaboradores, produtores, representantes de cooperativas, distribuidores, pesquisadores, ONGs, parceiros, consultores, entre outras – a participar de um evento exclusivo em Uberlândia (MG), um dia inteiro para compartilhar conhecimento e conquistas entre amantes do bom café. André Pozza, diretor da Unidade Comercial Leste, deu as boas-vindas aos presentes ressaltando um número muito significativo da importância do encontro: somando-se o que os produtores e as cooperativas presentes representam em termos de produção, o evento reuniu aproximadamente 680 mil hectares de café.

“Na Unidade Comercial que cuida dessa cultura, cerca de 25% do faturamento total vem do café. São mais de 50 pessoas dedicadas, uma parceria com vocês, produtores, que nos leva, desde 2004, à liderança desse mercado, do qual temos 36%. Esse e todos os outros ótimos resultados de NUCOFFEE foram construídos conjuntamente, e por isso trouxemos todos aqui para celebrar juntos e também ouvir seus anseios, necessidades, expectativas e sonhos para construirmos também os próximos dez anos de sucesso da plataforma”.

Relevância nacional, visibilidade internacional

Um dos convidados do dia, o Deputado Federal Carlos Melles, cafeicultor e membro da Frente Parlamentar do Café, destacou a importância do grão para o País. “O que me trouxe aqui foi o prazer de falar de café em um ambiente como o da Syngenta, que alia o melhor da tecnologia para beneficiar as culturas. Acompanho há 45 anos a vocação que temos para o café, e vi vencermos a batalha da produtividade, algo do que colhemos agora os benefícios. Temos o caminho livre para, por meio de programas como NUCOFFEE, promover a produtividade de maneira sustentável, com ganhos sociais e ambientais. Da nossa parte, vamos fortalecer políticas e a união das lideranças e representações para garantir um bom futuro para o café”.

Em seguida, subiu ao palco Roberta Armentano, gerente de Operações Nutrade. “É uma grande emoção ter visto nascer uma inovação para agregar valor ao produtor, quando a Syngenta ainda estudava a melhor forma de fazer isso. Ali, tínhamos 29 propriedades integrantes. Hoje, são 4 mil. Quando o barter já era uma estratégia vencedora, o maior desafio então foi conectar produtores, cooperativas e torrefadores de todo o mundo. A ideia é, até hoje, a de levar informação para a demanda e capturar valor para a origem, e assim conferimos transparência à cadeia produtiva”, explicou, ressaltando que a Nutrade surgiu como uma empresa de trading que negocia cafés de alta qualidade obtidos via NUCOFFEE a valores competitivos e atraentes amais de 27 destinos no mercado internacional.

“Nossas ações sempre tiveram foco na elevação da qualidade do café brasileiro e, como parceria da cadeia, a Syngenta atuou suportando essa evolução. Todas as origens brasileiras têm potencial para a qualidade, mas precisávamos de estímulo aos produtores, o que fizemos por meio de capacitação. Já com o lançamento do barter, permitimos que o agricultor transformasse sua produção em moeda. Isso explica porque, no começo do programa, em um tempo de baixos preços de café, a comunidade de produtores passou a ter mais confiança no investimento que fazia em tecnologia. De lá para cá, vimos um salto de oito sacos adicionais por hectare, bem como a evolução de serviços agronômicos e a rastreabilidade”, conta Juan Gimenez, gerente de Marketing Nutrade e um dos idealizadores de NUCOFFEE.

Empresas de torrefação como a de Mike McKim, a famosa Cuvee Coffee, sediada em Austin, no estado norte-americano do Texas, beneficiam-se da rastreabilidade, permitindo que ele saiba exatamente de quais talhões, de qual fazenda e produtor, vem o café que lhe abre as portas para fechar os melhores negócios nos EUA.“Foi uma grata surpresa visitar o Brasil e poder quebrar a forma de que o café do País era básico, unilateral em sabor. Descobri que o café brasileiro era muito mais dinâmico, com uma grande gama de sabores, métodos de processamento, que não ficam atrás de ninguém no mundo. Tive o privilégio de conhecer, dialogar, compartilhar desafios e conquistas com os produtores de quem compro, e a NUCOFFEE me deu essa oportunidade”, disse o torrefador.

Inovações para o futuro do café

Ao encurtar distâncias na cadeia do café, NUCOFFEE inovou mais uma vez. E na sua história mais recente, foi além: em 2017, com o lançamento da Troca de Mestre,a Syngenta garante ao produtor a possibilidade de fechar negócio para um, dois ou três anos, com uma relação de troca que, além de garantir a produtividade, dá uma perspectiva de fidelização inédita no mercado. Assim, a história de sucesso da Plataforma NUCOFFEE já tem capítulos escritos até, pelo menos, o ano de 2020.

“Hoje compartilhamos com vocês um sonho que virou realidade, o de atuar em toda a cadeia do café, reforçando elos e remunerando quem é de direito, o produtor. E de permitir que os muitos sabores, identidades e a diferenciação das diversas regiões do Brasil estejam presentes nas xícaras de milhões de pessoas em todo o mundo. É para garantir a melhor oferta agronômica, os melhores serviços e o reconhecimento, na forma de valor para o café de quem produz – os pilares de NUCOFFEE – que a Plataforma existe. Muito obrigado e espero que possam nos ajudar a construir os próximos 10 anos dessa jornada”, finalizou André Savino, Diretor de Marketing, as atividades da tarde do evento.

A parte da noite foi reservada a homenagear produtores, cooperativas, colaboradores e todas as muitas mãos que fazem NUCOFFEE acontecer.

Comentários

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

91 − 86 =