O futuro da agricultura

O futuro da agricultura

O desenvolvimento de novas tecnologias é um dos pontos-chave para o sucesso da agricultura no futuro, e a nossa expectativa sobre isso é bastante animadora. Durante os últimos 25 anos, muitas das ideias e dos conceitos desenvolvidos acabaram se tornando viáveis, e isso em todos os setores da economia, inclusive na agricultura.

Considere, por exemplo, a precisão que os GPS adicionaram aos sistemas agrícolas, ou então os avanços na biotecnologia, dos novos sistemas de irrigação inteligentes e do crescimento da aparição dos drones nas lavouras. Com isso, até o maior dos otimistas, ao tentar prever o que o futuro lhe reserva, receberia um: “Você não perde por esperar!”.

Nesse cenário, um dos principais projetos desenvolvidos atualmente para o setor está sendo feito pela Indigo, uma empresa que analisa o microbioma de uma série de plantas para, então, desenvolver sementes capazes de trazer benefícios nas diversas etapas de desenvolvimento da cultura.

Segundo David Perry, presidente executivo da empresa: “O maior desafio da Indigo, neste momento, é o desenvolvimento de plantas resistentes à seca”. E até agora, para alcançar esse objetivo, a empresa já estudou e sequenciou mais de 40 mil micróbios, todos eles vindos de diversas regiões do globo.

Essa é apenas uma das diversas ações que estão sendo feitas para fomentar o desenvolvimento de novas tecnologias capazes de auxiliar as áreas que mais têm sofrido com a escassez de água e as alterações climáticas dos últimos anos. Além delas, existem outras empresas que também estão estudando e desenvolvendo tecnologias capazes de aumentar a produtividade de forma sustentável, seja por meio da recuperação de terras devastadas, seja pelo desenvolvimento de aplicativos capazes de auxiliar os agricultores a colher informações mais precisas.

Nós, como líderes do setor, acompanhamos, apoiamos e colaboramos com muitos desses projetos que, afinal de contas, estão alinhados aos objetivos firmados em nosso Plano de Agricultura Sustentável – The Good Growth Plan, que promove uma agricultura mais eficiente, que produz mais com a utilização de menos recursos.

Fonte: SOUTHWEST FarmPress

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *