Mandacaru cheio de surpresas

Mandacaru cheio de surpresas

O Cereus jamacaru, nome científico do Mandacaru, é um cacto folclórico, muito conhecido dos moradores do semiárido nordestino. É a planta que melhor representa a bravura do homem sertanejo que aguenta estoicamente o sol e o calor fustigante da caatinga.

Por ser um símbolo tão forte da cultura nordestina, essa planta já foi tema de diversas músicas, de Chico César a Luiz Gonzaga. Também aparece em gravuras e quadros e até mesmo dá nome a diversas fazendas, cidades e alguns municípios.

Grande parte da resistência dessa planta a situações de seca se dá devido ao seu grosso tecido que bloqueia a perda excessiva de água. Sendo assim, o mandacaru consegue crescer firme e forte, mesmo nas situações mais extremas. A árvore, por sinal, pode alcançar 6 metros de altura.

Além disso, e contra todas as expectativas, o mandacaru apresenta frutos coloridos e flores bem vistosas e perfumadas. Os frutos, de uma tonalidade rosa bem escura, são muito parecidos com a pitaya (que já abordamos em nosso blog) e, embora não sejam explorados comercialmente, podem ser consumidos, sendo bem ricos em ácido ascórbico. Já as suas flores, que surgem de janeiro a agosto, apresentam uma cor branca e abrem apenas a noite, chamando atenção de mariposas e morcegos – os seus principais polinizadores.

Completam a polinização do mandacaru o vento e as aves, que carregam as sementes presentes em seus frutos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *