Lagarta-rosca

Lagarta-rosca

Rosca, segundo o dicionário Michaelis, é um substantivo feminino que pode, entre outras coisas, significar: 1 – Espiral da coisa que se enrosca ou se move tortuosamente; tortuosidade, volta. 2 – Denominação dada às lagartas de mariposas que se enrolam ao serem tocadas. 3 – Verme da terra que ataca as raízes de certas plantas.

Conhecendo a lagarta-rosca você vai perceber que essa definição não poderia estar mais acertada! O Agrotis ípsilon, nome cientifico desta lagarta, é um inseto da ordem dos Lepidópteros, que incluem as borboletas e as mariposas. Assim como os outros insetos desta categoria, a lagarta-rosca apresenta 4 estágios de desenvolvimento: o ovo, a fase larval, a pupa e a fase adulta.

Neste texto abordaremos os prejuízos causados na agricultura pela fase larval desta praga. Durante este período a lagarta vive enterrada a pequenas profundidades, próxima aos “pés” das plantas mais jovens. À noite, período em que o inseto entra em atividade, ela sai para se alimentar, causando danos a folhas e raízes. Dependendo do nível de infestação os danos causados podem apresentar perdas consideráveis à superfície foliar da planta, além de favorecer a entrada de fungos patogénicos que poderão gerar prejuízos catastróficos para a colheita.

A melhor forma de combater essa ameaça é, como sempre, a prevenção. Ao detectar a presença delas, seja por observação ou pelas batidas de pano, o agricultor deve entrar em ação. Preparo de solos, tratamento de sementes e a eliminação antecipada de plantas invasoras hospedeiras são os principais de métodos de controle. Agora, se a situação se agravar, sugerimos procurar um agrônomo para que ele possa avaliar e, eventualmente, recomendar um inseticida*.

Entre as principais culturas afetadas estão a batata, o trigo, a soja, o algodão e o milho, mas outras culturas também recebem a visita desta lagarta.

*Além do tratamento de sementes, a Syngenta também oferece o Agrisure Viptera 3 para esse caso.

um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *