Inovação e agricultura lado a lado pela sustentabilidade do planeta

Inovação e agricultura lado a lado pela sustentabilidade do planeta

Sabemos que o clima afeta diretamente a agricultura. Por isso, em um cenário de mudanças climáticas, crescem os desafios dos produtores em todo o mundo. Mas a tecnologia e a inovação podem ajudar os agricultores a enfrentá-los , enquanto respeitam a biodiversidade e fazem o uso consciente de recursos naturais.

Inovações no tratamento de sementes, por exemplo, têm ajudado a aumentar a produção das lavouras, ao mesmo tempo que culmina em um uso mais racional de agrotóxicos. Novas sementes, adaptadas às diferentes áreas de plantio, podem resistir a pragas e doenças, e ainda suportar condições extremas de clima, ajudando a produzir alimentos causando menos impactos no ambiente. Produtos mais seletivos também endossam a preservação e a conservação da biodiversidade.

O que a Syngenta tem feito?

 Inovar não é novidade para a Syngenta. Lideramos o ranking de Pesquisa e Desenvolvimento na agricultura, com investimentos de cerca de US$ 1,4 bilhão por ano. Nossa intenção continua ser a de desenvolver e ofertar produtos com maior eficiência para o mercado.

Para viabilizar a  missão de levar inovação para às lavouras de todo o mundo, a Syngenta possui mais de 115 centros de Pesquisa e Desenvolvimento. O Syngenta RTP Innovation Center, localizado no Research Triangle Park, no Estado da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, por exemplo, simula as condições de clima de diversas partes do mundo para que os  cientistas possam encontrar soluções globais. Outro centro de Pesquisa e Desenvolvimento está localizado em Uberlândia, Minas Gerais, e é especializado em reprodução de milho e soja.

Já o Centro Experimental da Syngenta, em Holambra, São Paulo, onde se realizam diversos estudos para o aprimoramento das nossas tecnologias, e que também é sede do SeedCare Institute, é a primeira unidade do mundo a se tornar autossuficiente em energia elétrica limpa. Com este feito, a unidade  reduz as emissões de 79 toneladas de CO² anualmente e produz 52,8 megawatts por mês, em linha com um dos compromissos da segunda fase de nosso Plano de Agricultura Sustentável: reduzir as emissões das nossas operações em 50% até 2030.

Outro compromisso que estabelecemos foi o de investir 2 bilhões de dólares para lançar, até 2025, duas tecnologias disruptivas por ano. Assim aumentaremos a sustentabilidade da agricultura, ajudando agricultores de todos os portes, do pequeno ao grande.

Recentemente, a Syngenta foi reconhecida por seu trabalho em Inovação e Qualidade no Brasil, pelo prêmio As Melhores da Dinheiro 2020. “Nós temos muito orgulho na Syngenta de dizer que a inovação está no nosso DNA. Investimos todos os anos mais de US$ 1 bilhão em pesquisa e desenvolvimento para trazer aos agricultores brasileiros novos produtos e serviços, para ajudá-los a serem cada vez mais eficientes na produção de alimentos de qualidade e de forma sustentável”, afirmou Valdemar Fisher, Diretor Regional da Syngenta para a América Latina, durante a cerimônia de premiação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *