Fungicidas Mitrion e Alade: revolução no controle de doenças da soja

Fungicidas Mitrion e Alade: revolução no controle de doenças da soja

O Brasil tem quase 40 milhões de hectares de soja plantada e as doenças representam o fator que mais impacta na produtividade. Males como a cercosporiose, a mancha-alvo, a antracnose e a ferrugem asiática podem causar perdas de até 80% da lavoura da soja.

A enorme variedade de tipos de soja plantados, os diferentes cenários agronômicos, conectados às grandes dimensões continentais e diferentes climas e geografias do Brasil, e a maior pressão das doenças têm trazido grandes desafios para o produtor: as tecnologias que estão à disposição nem sempre são capazes de controlar esse complexo de doenças, já que possuem espectro e potência limitados.

“O aumento da expressividade das doenças no campo vem causando enormes prejuízos aos agricultores. O produtor tem necessidades de controle e inovação até então não atendidas, principalmente pela escassez de tecnologias que atendam os diferentes cenários agronômicos. Existem diversos sistemas de cultivos, épocas de plantios e variedades que interferem diretamente na severidade das doenças no campo.” – Marcos Queirós, Líder de Fungicidas da Syngenta.

Pensando neste cenário desafiador, que inclui aliar sustentabilidade e produtividade às atividades agrícolas, lançamos dois fungicidas. Mitrion e Alade possuem combinações únicas de ativos, trazendo potência e consistência para o controle das doenças da soja.

Mitrion

Mitrion combina os dois ativos mais potentes do mercado, Solatenol e Protioconazol, que se complementam no modo de ação. Enquanto o Solatenol traz um efeito preventivo, o Protioconazol possui um efeito curativo. Por isso, Mitrion entrega um controle superior das manchas (principalmente a mancha-alvo) e ferrugem asiática.

Alade

É o único fungicida composto por três ativos altamente eficazes: Solatenol (uma moderna carboxamida com alta capacidade de aderência e penetração nas folhas), Ciproconazol (um triazol que se destaca pela mobilidade e controle da ferrugem) e Difenoconazol (triazol específico para o controle de manchas). Essas substâncias fazem de Alade o fungicida com o maior espectro de ação disponível no mercado, entregando alta consistência de controle, especialmente no caso de antracnose, cercosporiose e oídio.

Além disso, ambos trazem, em suas formulações, a tecnologia Empowered Control, que traz maior retenção e melhores espalhamento e translocação. E ainda contam com adjuvantes e surfactantes exclusivos, patenteados pela Syngenta.

As novas tecnologias da Syngenta têm como foco uma agricultura cada vez mais eficiente, equilibrada e inovadora. De acordo com Marcos Queirós, “o cenário exige uma transformação, por isso Mitrion e Alade chegam para preencher esta lacuna, inovando no controle das doenças por meio de combinações exclusivas de ativos de alta eficácia, com diferentes modos de ação, maximizando o controle em qualquer cenário agronômico”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *