A importância das parcerias para enfrentar problemas complexos

A importância das parcerias para enfrentar problemas complexos

Os desafios enfrentados pelos agricultores nunca foram tão complexos. A necessidade de alimentar uma população mundial crescente (são 200 mil novas pessoas nascendo todos os dias) e o esgotamento dos recursos naturais nos impulsionaram a criar, em 2013, nosso Plano de Agricultura Sustentável (Good Growth Plan).

A primeira fase de nosso plano (2013-2020) continha seis compromissos ambiciosos para evoluir a sustentabilidade da agricultura e de nossos negócios. Atingimos cada meta de nossos compromissos e, em muitas vezes, as superamos.

Hoje, as mudanças climáticas e a perda de biodiversidade estão no centro das pressões aos produtores rurais – dos pequenos aos grandes –, e em todo o mundo. Os efeitos das mudanças climáticas afetam diretamente a agricultura e a capacidade do fornecimento de alimentos saudáveis e seguros às pessoas.

“Eu vi em primeira mão os desafios que os agricultores encaram, mas também a diferença que nós podemos e devemos fazer.”
Erik Fyrwald, CEO Syngenta Group

Por isso, na segunda fase de nosso Plano de Agricultura, focamos em quatro novos compromissos:

  • Acelerar a inovação em linha com as necessidades dos agricultores e da natureza;
  • Trabalhar para que a agricultura seja neutra em carbono, incluindo reduzir a intensidade de carbono de nossas operações em 50% até 2030;
  • Promover a segurança e a saúde das pessoas;
  • Construir parcerias de impacto para fomentar a agricultura sustentável.

Parcerias de impacto

Com desafios tão complexos, nenhuma empresa ou organização consegue resolvê-los sozinhas. Por isso, apoiamos o 17º Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas, que promove parcerias entre governos, os setores privados e a sociedade civil.

Por por meio de nossa rede, nos comprometemos a construir, nesta nova fase, parcerias sustentáveis estratégicas junto a  instituições acadêmicas, playres da cadeia de alimentos, bem como os próprios agricultores, para que possamos, juntos, aumentar o impacto que podemos gerar.  Nossas três metas são:

  • Criar parcerias fortes e compartilhar objetivos sustentáveis;
  • Iniciar diálogos sobre inovação para ampliar a escuta sobre sustentabilidade;
  • Governança de sustentabilidade no conselho executivo.

Parceiros da primeira fase

Na primeira fase de nosso Plano de Agricultura Sustentável, foi por meio de nossas parcerias que alcançamos incríveis resultados, que levaram à superação de grande parte das metas. No Brasil, por exemplo, conseguimos aumentar a biodiversidade em 3,8 milhões de hectares, por meio de projetos como o Soja+Verde, realizado em parceria com a The Nature Conservancy. Também promovemos esforços em busca de condições justas de trabalho para toda a nossa rede de cadeia de suprimentos, e alcançamos 100% de nossos fornecedores, que estão envolvidos em programas de sustentabilidade e trabalho justo.

Parceiros da segunda fase do Plano de Agricultura Sustentável

Para a nova fase de nosso Plano de Agricultura Sustentável, lançada em junho de 2020, já firmamos compromissos com a The Nature Conservancy Brasil, com foco no desenvolvimento de um robusto projeto, o Reverte, que ajuda a recuperar pastos degradados para o cultivo agrícola; e com a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) para a continuidade da implantação do sistema ILPF (integração lavoura-pecuária-floresta), que consiste em integrar diferentes sistemas produtivos (agricultura, pecuária e os florestais), em uma mesma área, melhorando, de forma sustentável, as condições de produtividade e o rendimento do agricultor.

Conheça todas as novas metas e acompanhe o andamento de nossos projetos e os resultados do Plano de Agricultura Sustentável aqui, em nosso blog.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *