Conheça o IYP – International Year of Pulses

Conheça o IYP – International Year of Pulses

A ONU decidiu: 2016 será o ano internacional das pulses (leguminosas não oleaginosas). A decisão, tomada na sede da Food and Agriculture Organization (FAO), em Roma – Itália, tem como objetivo aumentar a consciência dos consumidores, produtores e governos sobre o papel eos benefícios das leguminosas na alimentação mundial.

As pulses, como são chamadas, são sementes comestíveis de legumes; entre eles, feijão, ervilha, grão-de-bico e lentilha. São culturas bastante populares, principalmente nos países em desenvolvimento, por serem alimentos extremamente nutritivos: contêm altas doses de proteína, fibras, várias vitaminas, aminoácidos e contam com uma produção bastante sustentável, ao utilizarem menos água e ajudando a manter a qualidade do solo.

Durante o ano serão apresentados temas relacionados ao aumento na produção global, a melhor utilização de rotação de culturas e o atual enfrentamento de algumas barreiras comerciais.

Embora sejam alimentos extremamente benéficos, sua produção é menor se comparada aos cereais e hortaliças, e seu consumo tem diminuído bastante em vários países pelo mundo nos últimos 10 anos.

A iniciativa é extremamente importante e o apoio da ONU é essencial para mudar esse cenário. Segundo Huseyin Arslan, Presidente da Confederação Global de Pulses (CGP): “As leguminosas têm um grande potencial para ajudar a erradicar a fome, além de melhorar muitas condições crônicas de saúde, como a obesidade e diabetes”.

No Brasil, o clima é de alta expectativa, o País é um dos maiores produtores de grãos do mundo. Só em 2015 batemos o recorde de exportação de feijão, com mais de 100 mil toneladas.

O ano das sementes leguminosas está só começando, mas já promete grandes diálogos ao longo do ano a respeito da fome, da desnutrição e de formas de combatê-las.  

E não deixe de acompanhar: ao longo desse ano, a Syngenta fará uma série de postagens, vídeos e infográficos sobre os pulses.