Hidromel

Hidromel

Vez ou outra em nossa página, mostramos a história e as curiosidades de diferentes bebidas alcoólicas – fermentadas ou destiladas. Por aqui, já pintaram publicações sobre cerveja, cachaça e vinho, por exemplo. Agora, chegou a vez de falar daquela que, por muitos, é considerada a bebida mais antiga do mundo, conhecida como a bebida dos vikings, com registros de consumo de até 10 mil anos!

Caso esteja curioso, o nome dessa bebida é: hidromel, uma bebida fermentada que, a princípio, só precisa de água e mel para ser produzida. Dizemos isso porque, dependendo da receita, também pode-se encontrar temperos, frutas e grãos na mistura.

Atualmente, é mais comum encontrar referência a “bebida dos deuses” (como também é chamada) em obras literárias, como: Senhor dos Anéis, Harry Potter ou Game of Thrones.

Mas isso nem sempre foi assim…

Por muito tempo, em muitos países e antes mesmo do vinho e a cerveja surgirem, o hidromel era a principal bebida alcoólica consumida em festas e confraternizações. Pelo menos até que o aumento do preço do mel, a urbanização das cidades e o surgimento de outras bebidas, fizessem com que ela perdesse o seu espaço.

Além das obras de ficção, a bebida é, também, fortemente atribuída aos vikings. Mas isso é uma grande injustiça. Segundo Plínio, um proeminente naturalista romano, foi Aristeu, o protetor dos caçadores, pastores e dos rebanhos da mitologia grega, que inventou a bebida. E mesmo que seja apenas uma lenda, essa informação serve como prova de que a bebida já era conhecida dos romanos, por exemplo.

Quanto a verdadeira história de criação da bebida, ninguém sabe ao certo quem (ou como) ela foi inventada. A explicação mais aceita é a de que nômades, ao encontrar uma colmeia, colhiam o mel e misturavam com a água que eles carregavam. Assim, com o passar do tempo, a combinação começava a fermentar com as leveduras selvagens encontradas no ar e na boca, transformando o açúcar em álcool.

A boa notícia é que, mesmo estando em baixa, produzir a bebida é uma grande oportunidade aos apicultores que querem aumentar sua renda. O processo de fermentação, além de ter uma receita simples, não precisa de altos investimentos e pode ser realizado por pequenos produtores que desejam diversificar a sua renda.

E você, já provou esta bebida? Responda nos comentários! 🙂

E antes que nós nos esqueçamos…

O termo “lua de mel” também é atribuído a bebida e a explicação é a seguinte: diferente do que acontece hoje, durante o século 5, alguns calendários eram representados pelos ciclos lunares. Nessa época, era costume dos recém-casados tomar a bebida de mel durante a primeira lua de seu casamento por acreditarem que ela tinha poderes afrodisíacos que poderiam ajudar o casal a ter mais filhos.

Comentários

Comentários

6 comentários

  1. Luciana GUIMARÃES diz:

    Mt bom! Nós produzimos e tem uma aceitação legal, mtd curiosos por conhecer. Apenas uma correção, não é destilado. O processo é de fermentação 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

− 2 = 3